07
Fev 10

 

Khaled Hosseini

 

Edição/reimpressão: 2008
Páginas: 324
Editor: Editorial Presença
Sinopse
 
Há livros que se enquadram na categoria de verdadeiros fenómenos literários, livros que caem na preferência do público e que são votados ao sucesso ainda antes da sua publicação. Há já algum tempo que se ouvia falar de Mil Sóis Resplandecentes, do afegão Khaled Hosseini, depois da sua fulgurante estreia com O Menino de Cabul, traduzido em trinta países e agora com adaptação cinematográfica em Portugal.
 
A verdade é que assim que as primeiras cópias de Mil Sóis Resplandecentes foram colocadas à venda, o romance liderou o primeiro lugar nos Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Alemanha, Holanda, Itália, Noruega, Nova-Zelândia e África do Sul, estando igualmente muito bem classificado no Brasil e em França. A própria Amazon americana afirmou que há muito tempo não tinha visto um entusiasmo tão grande a propósito de um livro. Devido ao elevado número de encomendas, nos Estados Unidos, foram realizadas cinco reedições ainda antes do livro chegar às livrarias e na primeira semana após a publicação, já tinham sido registadas um milhão de cópias em circulação. É pois um caso verdadeiramente arrebatador que combina preferências populares potenciadas pelo efeito de passa-palavra às melhores críticas internacionais.
 
Confirmando o talento de um grande narrador, Mil Sóis Resplandecentes passa em revista os últimos trinta anos no Afeganistão através da comovente história de duas mulheres afegãs casadas com o mesmo homem, unidas pela amizade e pela dor proveniente dos abusos que lhes são infligidos, dentro e fora de casa, em nome do machismo e da violência política vigente durante o regime taliban, mas separadas pela idade e pelas aspirações de vida. Um livro revelador, que aborda as relações humanas e as reforça perante reacções de poder excessivo e impunidade.
 

Sem dúvida, uma história comovente de duas mulheres afegãs que lutam com coragem pela sobrevivência no cenário impiedoso do próprio Afeganistão.

A par da história pessoal destas duas mulheres, Hosseini não esquece de abordar as mudanças políticas no país, a retirada dos soviéticos e a tomada de poder pelos talibãs.

Um romance pleno de sensibilidade que nos toca profundamente.

Classificação: 8/10

 

Obrigada Melrita pela partilha!


 

publicado por wandinha às 18:11

comentários:
Fiquei curiosa em relação a este livro...

bjs
B. a 10 de Fevereiro de 2010 às 18:00

É um livro bastante interessante!
wandinha a 10 de Fevereiro de 2010 às 18:36

Dazzling Books
Próximas viagens
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28


pesquisar
 
Viagens de 2009
Daisypath
A viajar pelas páginas de...José Saramago
Ensaio sobre a cegueira
bookcrossing.com
Bookcrossing meet-up http://www.bookcrossing.com/mybookshelf
comentários recentes
Acabadinho de ler...http://numadeletra.com/nunca-m...
Veja a resenha de Juliano Klevanskis sobre "A Insu...
A propósito de Kenzaburō Ōe:http://numadeletra.com...
Tens que ler!! O Quarto Arcano é espectacular. Os ...
Muito interessante o blog! Gostaria de aproveitar ...
É um livro bastante interessante!
Fiquei curiosa em relação a este livro...bjs
Olá Ana! Este foi o 1º livro que li do autor, pois...
Já li este livro à uns anos atrás e gostei, embora...
Apesar de não ser grande apreciadora de livros de ...